A quem se dedica: times de desenvolvimento ágeis e gestores
Objetivo: prover visibilidade do backlog e artefatos da Sprint a todos os stakeholders do projeto

Olá, como o seu time está realizando o fechamento de uma Sprint? Há métricas suficientes para os envolvidos? Os principais indicadores estão sendo monitorados?

Neste post vamos trabalhar na construção de um Report que consolida as principais métricas de uma Sprint, com base no quadrante de Enterprise Balanced Scorecard do SAFe para analisar a eficiência, o valor entregue, a qualidade e a gestão ágil do projeto.

Metrics_SAFe

A ferramenta utilizada será o Excel conectando no VSTS (Microsoft). Como pré-requisito será necessário instalar ao menos uma das versões do Visual Studio ou Team Explorer na sua máquina para obter o suplemento Team Foundation. Após a instalação, o Excel habilitará a guia “Team” que permite trabalhar com o VSTS. Escolha a opção “New List” para configurar a conexão com o VSTS. Clique então em “Servers” e digite o endereço do servidor, por exemplo teste.visualstudio.com. O próximo passo é escolher a Collection e o Team Project configurado no VSTS.

excel

A janela “New List” solicita qual a query será utilizada para extrair as informações do VSTS. Deve ser selecionada a query criada no espaço de trabalho do VSTS. Veja na próxima imagem que eu demonstro como fazer isso.

query-list

No VSTS > Work > Queries > Shared Queries, existe um Editor para extrair informações do backlog dos projetos. Segue um exemplo simples, selecionando os projetos de uma “Area Path” (pode definir a localização de um projeto específico) e “Interation Path” (para definir qual sprint irá extrair informações) determinados.  Os filtros e colunas podem ser customizados conforme sua necessidade a nível de Work Item. Após salvar, a query ficará disponível na Query List do Excel.

query

E então será carregado os Work Items da sua query. A opção “Excel > Team > Choose Columns” possibilita escolher as colunas que deseja trabalhar na consulta. Selecione o Work Item Type / Title / State e os campos abaixo, conforme o seu process template:

  • Agile: Original Estimate, Completed e Remaining (também pode utilizar Story Points da User Story)
  • CMMI: Original Estimate, Completed Work e Remaining Work
  • Scrum: Effort

wi

O quadro tem um template sugestivo e pode ser preenchido da seguinte forma:

  • Efficiency: neste caso fiz 2 tabelas dinâmicas para preencher – 1) Contagem de Work Item Type (Task) e 2) Soma de  Original Estimate e Completed Work (para as estimativas, depende do Processo Template utilizado – pode ser em Horas ou Story Points )
  • Value Delivery: colocamos a DoD – Definição de pronto acordada com o PO da Sprint e se foi cumprida ou não
  • Quality: a mesma tabela dinâmica de Efficiency, relacionando Bugs, Spikes e Reworks
  • Agility: somente apontamento se tudo ocorreu bem dentro dos eventos ágeis

bsc-sprint

Já está pronto. Porém, se o envio do report envolve um público mais executivo, a recomendação é trabalhar com informações adicionais. Neste caso, utilizei o próprio Power Point para construção:

bsc-sprint-final

  • Projeto: os quatro quadrantes já foram feitos em Excel. Ao lado direito apenas coloquei um screenshot do Burndown que é gerado automaticamente no VSTS
  • Features: um gráfico Treemap (no próprio Excel) para relacionar as features que estão com maior dedicação de recursos no projeto. Lembre-se de organizar o seu backlog estruturado em Epic > Features > Product Backlog Item (Scrum) | User Story (Agile) | Requirement (CMMI) |

    Veja a relação no “Related Work” > Parent, relacionando o Work Item com a Requirement (ou User Story para Template Agile, ou PBI para Tempate Scrum)
    wi-detail

  • Velocity x Load: acompanhamento da velocidade e carga do time, também extraídos do Excel