Pré-requisito
No último post sobre VSTS Process Templates, explico as principais diferenças entre os templates Agile / Scrum / CMMI no VSTS (Visual Studio Team Services). Certifique-se de que compreendeu bem estes conceitos para dar continuidade ao post abaixo.

Contexto
Ao trabalhar com times de desenvolvimento ágil, utilizando o VSTS, podemos criar o backlog associado a projetos e alocação de times, configurando time box para as Sprints deste projeto, conforme a cadência planejada na sua empresa.

Além de versionar o código-fonte e permitir associar check-in do seu time com os Work Items, o VSTS é uma solução para gerenciar outras etapas do ciclo de vida da aplicação. Neste contexto, a criação e customização de Work Items é necessária para trabalhar em Epics > Features > User Stories e entregar valor ao produto.

Veja que na área de PROCESS (PROCESSO), existem os processos e fields (campos), que são utilizados em níveis de Work Item / Backlog / Projetos.template

Spike
A primeira customização que iremos demonstrar é a criação de Spikes – tempo consumido para explorar melhor as definições de tópicos que apresentam risco para o projeto – e como alocar as horas para tratar estas indefinições, sem impactar nas estimativas do projeto.

Escolha o process template que está trabalhando, no meu caso utilizei o CMMI. Abaixo, veja que há Levels (níveis) de otimizações para incluir campos. Como as Spikes fazem parte do projeto, recomendo criar no nível de Iteration para ser visualizadas no Board junto com as Tasks (destacado em vermelho na figura abaixo – utilize a opção … Editar).process-cmmi

E na tela seguinte, você pode criar “New Work Item Type”, neste caso a Spike.
backlog-level

Veja que na sequência o Work Item do tipo Spike já aparece no Board do VSTS para criação e acompanhamento.

spike

Acceptance Criteria
Outra opção é criar novos campos, ou utilizar campos existentes de outros templates. Por exemplo, no template do CMMI não existe o campo de critério de aceitação da tarefa, mas consegui incluir por já existir em outros templates. Também pode ser incluído qualquer outro campo novo, independente de existir em outros templates.

Para criar um novo campo, acesse na página inicial do Work Item Types, clicando no tipo TASK, conforme abaixo.process-task

Acesse New Field e abrirá uma nova janela para adicionar um campo existente (de outro template) ou simplesmente criar um novo campo. Neste caso, escolhi a opção de criar um campo existente ao Work Item.task-process

Logo após adicionar o campo, você já poderá visualizar dentro da TASK, conforme abaixo.wi-ac