Nos POSTs de Gerenciamento de código-fonte e Continuous integration, delivery and deployment apresentamos o processo de criação das linhas de Main | Dev | Release no gerenciamento de fontes, essenciais para trabalhar com Continuous Integration.

Continuando a abordagem de Integração Contínua, uma boa prática é gerenciar as atividades de Branch Merge utilizando o board (Agile, Scrum ou CMMI) do VSTS. Assim, teremos o histórico e visibilidade das atividades que o o time de desenvolvimento realiza junto ao Configuration Manager.

Criando um novo projeto ou time no VSTS
Crie um novo projeto no VSTS, no exemplo abaixo utilizamos o nome DevOps, e escolha o template que irá trabalhar (Agile | Scrum | CMMI):

vsts-new-project* criamos um novo projeto, considerando que o Configuration Manager atende a todos os times do projeto na Sprint. Em cenários que o CM tenha apenas um time, o ideal é criar a um novo time no VSTS e assim distribuir as atividades de acordo com a alocação do CM no time de projeto.

Criando a estrutura de backlog
Em seguida, a nível da Requirement * (template CMMI), adicione duas novas: Solicitação de Merge e Solicitação de Branch para cadastrar as tarefas relacionadas.

vsts-pb-devops
* nível Product Backlog Item (em template Scrum) ou User Story (em template Agile)

Solicitando a Branch ou Merge
Com a estrutura criada, os desenvolvedores podem abrir uma nova tarefa (work item), solicitando a criação de Branch ou Merge.

branch-vsts

A solicitação (tarefa) deve conter as informações:

  • Nome do projeto que irá ser alterado (mesmo nome do repositório)
  • Tipo: Melhoria, Correção ou Emergencial
  • Encaminhada ao Configuration Manager
  • No campo “Iteration” deverá estar na Sprint corrente

work-item-branch-vsts

Pronto! Agora conseguimos gerenciar o backlog de Merge e Branch no VSTS, deixando o processo transparente para o time de desenvolvimento.

backlog-devops