Ao iniciar sua jornada Cloud, utilizando SaaS e contas no Portal Azure, você terá acesso a inúmeros serviços (imagem abaixo), entre eles, computação (máquinas virtuais, discos, contêiner, etc.), rede, armazenamento, web, mobile, banco de dados, análises, IA, IoT, integração, identidade, segurança, DevOps e intune.

Sem dúvida, apoiam sua organização a trazer celeridade na adoção de soluções em diferentes áreas. Porém, recomendamos a leitura e entendimento da gestão de assinaturas (subscriptions) e custos no Portal Azure, otimizando os recursos aplicáveis ao seu negócio e os custos em comparação a outros cenários (ex: solução On-premise).

Neste post, abordaremos o gerenciamento de custo e a cobrança da assinatura do Team Services accounts. Veja no site da Microsoft mais detalhes sobre licenças no VSTS e consumo de recurso com Build.

servicos-portal-azure

Em Assinaturas, podemos gerenciar as assinaturas ativas e contratar uma nova assinatura, se necessário.

azure-assinaturas

Entre as ofertas, destacamos o Pago pelo Uso que permite utilizar os serviços sem restrições. É importante utilizar o gerenciamento de custos da Azure para acompanhar as faturas e evitar imprevistos. Outra opção é a Azure Via Open que insere créditos (formato pré-pago) a serem consumidos conforme a escolha dos serviços. Os créditos são inseridos mediante um código (chave) a ser gerado por um provider autorizado da Microsoft, no qual sua empresa deverá estabelecer relação.

azure-add-assinatura

Após habilitar a oferta, acessamos o Team Services accounts (em serviços DevOps) e configuramos a subscription, usuários e outras configurações da conta.

azure-team-services-accounts

Veja que ao acessar o VSTS (Visual Studio Team Services), podemos ver em Settings qual a conta (Account) e inscrição (Azure Subscription) que aquele time de projeto ou torre está utilizando.

vsts-account-settings

É isso! Por fim, como sugestão entre a opção de Azure Via Open (pré-pago) ou Pago pelo uso, avalie como sua equipe está estruturada para gerenciar os custos e trabalhar com soluções Cloud. Utilize empresas Cloud Broker para ajudar na intermediação entre sua empresa e a Azure.

Em estágios iniciais de maturidade, faça a opção pela licença Azure Via Open para evitar custos indesejados na sua fatura, considerando um provider autorizado da Microsoft para gerar os códigos (conforme explicado anteriormente).

Já em estágios mais avançados e com necessidade de uso constante dos serviços do Portal Azure, adote um bom CSP (Cloud Solution Provider) para gerenciar os custos de licenças e serviços com mais precisão.