Este Post é especialmente para quem está começando a trabalhar com o VSTS (Visual Studio Team Services) da Microsoft, e já identificou os benefícios de CI/CD, ALM, gestão ágil e dashboards obtidos na solução.

Trabalharemos então com o Process Template Agile para demonstrar como os times de desenvolvimento podem gerenciar os projetos ágeis durante todo o ciclo da vida da aplicação.

Acesse o VSTS, guia Projects (Projetos) e clique em New Team Project… Abrirá uma janela solicitando as informações iniciais:

  • Project Name: nome do projeto
  • Description: descrição sobre o projeto
  • Version Control: escolha o versionador utilizado em seu time (Git | TFVC)
  • Work Item Process: trabalharemos no template Agile

agile-vsts-new-project

Com a criação do projeto, configure em Team Settings > Work > General os níveis de navegação do Backlog. Deixe marcado as três opções (Epics | Features | Stories) e em seguida configure os working days de acordo com os dias que seu time trabalhará.

agile-vsts-work

Agora em Team Settings > Work > Iterations, defina a cadência do projeto. Ou seja, configure as Sprints e data de início e fim de cada uma.

agile-vsts-work-iterations.png

Crie novos times (Settings > Overview > New team) para segregar acessos e controle das informações por workstream. Explicarei mais detalhes sobre segurança em outro post.

agile-vsts-teams

O próximo passo é a criação das EPICS – grandes iniciativas para entrega de novos produtos, soluções ou serviços. Compreende uma larga quantidade de features.

agile-vsts-epicsE as FEATURES que provém valor para os usuários. Realizado por algumas estórias. São capabilities que o Product Owner está interessado.

agile-vsts-featuresAs STORIES veem na sequência e representam a necessidade do usuário. Possuem três aspectos críticos 3 C’s (Cartão/Conversas/Confirmação). Escreva boas estórias, conforme práticas recomendadas abaixo.

vsts-estoria-tasks.png

  • Lembre-se de incluir a narrativa As a <role>, I want to <perform some actions> so that <I can achieve some goal> ao escrever as estórias
  • Incluir critérios de aceitação
  • Lembrar do INVEST para manter uma boa qualidade nas estórias
  • Técnicas como Planning Poker para ajudar nas estimativas

* também é muito importante configurar o Related Work nas configurações da Epic, Feature ou Stories. A relação é de Parent ou Child entre elas.

E por fim, ajuste o Capacity com a quantidade de horas que cada recurso poderá trabalhar nas Sprints. Estas horas podem ser de desenvolvimento, design, deploymentrequirements, documentação ou testes. Isso ajudará na análise de acompanhamento das Sprints e também na distribuição das tarefas para o time.

vsts-capacity-team

É isso… a ideia deste post é trazer um overview dos primeiros passos para quem está começando a trabalhar com o VSTS em gerenciamento de projetos ágil. Nos próximos posts explicarei mais detalhes sobre as questões de segurança (segregação de acesso e perfis) e configurações de repositório de código-fonte.