No Portal Azure, você consegue subir rapidamente uma VM (máquina virtual) pré-configurada para ser o ambiente de desenvolvimento de seu time. Entre as principais vantagens estão: o uso de versões recentes do Visual Studio, recursos instalados e imagens para replicar com facilidade a criação de novas máquinas. Veja mais em Imagens do visual Studio no Azure.

Também recomendo a leitura sobre a Visão geral das máquinas virtuais do Windows no Azure para melhor compreensão das configurações e recursos.

Conecte-se então no Portal Azure, e escolha criar um novo recurso Windows Server 2016 VM.

azure-vm-01

O passo seguinte é a configuração do nome da máquina, tipo do disco, usuário, senha e grupo de recursos.

azure-vm-02

Escolha as configurações da máquina de acordo com a sua necessidade. Veja o número de IOPs, vCPUs, Memória (GB de RAM) e SSD Local para trabalhar com os recursos adequados ao seu ambiente.

azure-vm-03

A etapa 3 permite configurar a zona de disponibilidade, discos gerenciados, recursos de rede, extensões e monitoramento.

azure-vm-05

E por fim, a última etapa demonstra um resumo das configurações e a confirmação para criar a máquina virtual.

azure-vm-04

Pronto! A máquina virtual estará disponível nos serviços da Azure – Computação > Máquinas Virtuais. O acesso pode ser feito via RDP ou SSH.

azure-maquina-virtualazure-maquina-virtual