Cadeia de Valor
Uma cadeia de valor representa o conjunto de atividades desempenhadas por uma organização desde as relações com os fornecedores e ciclos de produção e de venda até à fase da distribuição final, otimizando o valor final que o seu produto representa para o cliente (Porter, 1985).

Image result for porter cadeia de valor

Entre os conceitos-chave das Cadeias Globais de Valor estão:

  • Cadeia produtiva: foco nas “conexões” produtivas; custos de transação.
  • Cadeia de suprimento: foco nos fluxos de informação e operações de transformação ao longo da cadeia; gestão, coordenação e eficiência
  • Cadeia de valor: foco no valor adicionado pelas atividades ao longo da cadeia; competências e valor agregado

 

Eficiência Operacional
Engloba a prática de melhorar seus processos (atividades desempenhadas pela empresa), com o objetivo de chegar a um produto ou serviço de excelência. Entre os principais focos estão: redução de custos logísticos, gestão de transporte, armazenagem, estoque, previsão de vendas, S&OP, contratação de operadores logísticos e strategic sourcing.

Modelo de Excelência de Gestão (MEG) traz a orientação por processos como um dos fundamentos da excelência com foco em eficiência e eficácia nos conjuntos de atividades que formam a cadeia de agregação de valor para os clientes e demais partes interessadas.

Image result for MEG modelo excelência gestão

Em resumo, a Organização Funcional é orientada a gestão de processos; já as empresas com uma visão mais sistêmica são Orientadas por Processos.

Case Marketplace
Analisando um case de Marketplace, decidimos compartilhar uma sugestão de cadeia de valor e indicadores de eficiência operacional. 

cadeia-valor-marketplace.png

Três indicadores de eficiência operacional para uma Operadora de Marketplace:

  • Reputação do Seller: Como o seller é avaliado por seus clientes. Seu tempo de respostas à perguntas, tempo de entrega de seus produtos. Quantidade de produtos vendidos x avaliações negativas dos buyers.
  • Taxa de Cancelamentos e Desistências: Volume de cancelamentos que geram chamados no SAC x total de pedidos recebidos no mês.
  • Tempo médio de envio dos produtos: Soma do tempo de envio dos pedidos x número de pedidos.


Três indicadores de eficiência operacional para um Seller:

  • Taxa de conversão: Total de vendas por marketplace dividido pelo total de visitas na página de marketplace.
  • Desempenho por serviço: muitos lojistas firmam um contrato direto com os marketplaces e, paralelamente, também anunciam os produtos utilizando soluções como o Olist. Nesse caso é interessante comparar o resultado das duas estratégias de venda, priorizando o canal com melhor desempenho.
  • Quantidade de produtos vendidos: isso serve tanto para avaliar a competitividade da loja nos marketplaces quanto para ajudar na composição de um estoque sem ruptura. Definir metas mínimas de venda para cada item anunciado e procurar alternativas para otimizar o desempenho de produtos que ficaram abaixo do esperado.

 

Autores