Já falamos sobre alguns recursos existentes no VSTS da Microsoft, e neste post aqui vamos demonstrar o Test Plans e as suítes de teste disponíveis, incluindo static test suites, requirement-based suites, e query-based suites. Começaremos por este grupo de testes manuais que apoiam o ciclo de vida da aplicação na sua organização.

O primeiro passo é criar um novo Plano de Teste (+ New Test Plan), referenciando a Area Path (time de projeto) e a Iteration (Sprint) como referência para execução dos testes.

vsts-test-plan

Escolha a suíte de testes que deseja utilizar. No exemplo abaixo, vamos de new requirements-based suite. Este item considera a realização de testes manuais em um backlog, podendo ser requirements, user story ou work items. Cada caso de teste criado é associado ao work item automaticamente, o que permite rastrear o status dos testes de todas as tarefas do seu backlog.

vsts-test-plan-requirement
* veja que uma query é sugerida para retornar os itens do backlog que você deseja testar.

Após criado o plano de teste, adicione um novo caso de teste (New test case). Esta janela permite configurar passos, ações e resultados esperados durante os testes. Inserir anexos, parâmetros e automações associadas são outros recursos bem interessantes.

vsts-caso-teste

Atribua os usuários que realizarão os testes. Veja também se as configurações do ambiente, browser e sistema operacional estão ok (VSTS – Test > Configurations).

This slideshow requires JavaScript.

Ao executar o caso de teste, você terá os recursos de capturar tela, ações do usuário (log) e gravar a navegação. Também pode inserir comentários e anexos nesta validação. Após encerrar o teste, faça a atualização do status (pass, fail, pause, block ou not applicable)  para manter a visibilidade dos testes no backlog. Em caso de falha, você consegue criar um Bug imediatamente.

vsts-test-execucao

Visualize graficamente (em Charts) os resultados da execução dos testes ou o backlog dos casos de teste criados.

vsts-chart-tests