Neste post vamos falar sobre a reunião Scrum of Scrums (SoS), evento que acontece em projetos ágeis em larga escala, e colabora com a comunicação, gestão de dependências entre ARTs (Agile Release Train), visibilidade do progresso em relação aos milestones, objetivos da PI  e impedimentos dos times.

sos-time

Algumas perguntas quanto ao formato? Veja algumas boas práticas:

Frequência: semanalmente ou com maior frequência (se necessário).
Duração: 30 minutos seguida da “meet after” em eventuais resoluções de problemas.
Participantes: RTE (Release Train Engineer), SMs (Scrum Masters) e outros (quando necessário).
Facilitador da reunião: RTE (Release Train Engineer)

Enquanto os eventos do Scrum continuam ocorrendo (planning, daily, review e retro) e os times executando o backlog das Sprints, a SoS reúne o SM (Scrum Master) de cada time com o RTE (Release Train Engineer), famoso líder servo e coach do ART, que facilita este evento e os processos, apoiando os times na entrega de valor.

Agenda recomendada pelo SAFe (Scaled Agile Framework):

SoS AgendaFonte: https://www.scaledagileframework.com/program-increment/

Executando a SoS
Jeff Sutherland tem a seguinte definição da SoS: “The Scrum of Scrums as I have used it is responsible for delivering the working software of all teams to the Definition of Done at the end of the Sprint, or for releases during the sprint.

As primeiras recomendações foram mencionadas acima (time box, frequência, agenda, participantes, etc.). A SoS deve ter ênfase nos times (objetivos da sprint) e resolver seus impedimentos. Não deve ser uma reunião de status report (do progresso do time de desenvolvimento aos gestores). Algumas questões que devem ser tratadas na SoS:

sos-perguntas

Finalizamos aqui! Espero ter contribuído com direcionamentos para a gestão ágil em larga escala na sua empresa. No próximo post vamos falar sobre a PO Sync e como alinhar a expectativa de produto com a execução das atividades.