Bimodal TI e Gartner

Com a dinâmica do mundo digital, as organizações precisam evoluir constantemente seus processos internos, adequando a velocidade de entrega com a expectativa de novas releases aos usuários. Outro ponto é a estabilidade dos ambientes, uma black friday, por exemplo, prejudicada por indisponibilidade ou erro em deploy, certamente irá comprometer o resultado financeiro daquele ano.

O Bimodal é a prática de gerenciar estes dois estilos de trabalho separados, mas coerentes – um focado em previsibilidade e o outro em exploração. Ambos são essenciais para a geração de valor e mudança organizacional significativa. Nenhum deles é estático. A essência da capacidade bimodal está em combinar a evolução mais previsível de produtos e tecnologias (modo 1) com o novo e inovador (modo 2).

  • Modo 1: é direcionado a áreas mais previsíveis e bem compreendidas. Concentra-se na exploração do conhecido e abordagem linear de mudanças com ênfase em previsibilidade, estabilidade, precisão e confiabilidade.
  • Modo 2: otimizado para as áreas de incerteza e experimentação para resolver novos problemas. As iniciativas geralmente baseiam-se em hipóteses que são validadas e adequadas conforme necessário.

Em pesquisa realizada por Gartner, o gerenciamento da incerteza (capacidade de mover adiante mesmo quando o futuro é incerto) é fundamental para o sucesso na era digital. Mais de 40% das organizações descrevem já ter iniciado esta jornada, assim como 3/4 das organizações já estariam em algum nível de maturidade do Bimodal em 2017.

Entre as principais vantagens do modelo Bimodal estão:

  • Promover a inovação na empresa, mesmo em cenários que exigem estabilidade e predominância de sistemas legados
  • Adequar a área de TI como estratégica, permitindo a organização manter-se competitiva no mercado
  • Em pesquisa da Red Hat, 70% dos entrevistados acreditam que o bimodal apresenta maior agilidade em relação ao modelo tradicional
  • E também 44% perceberam redução no time to market

Outro ponto é a gestão e comunicação do modelo Bimodal para não criar bifurcação ou desentendimento do propósito. A interação de posições operacionais com projetos de inovação pode ser bem vista do ponto de desenvolvimento e engajamento dos colaboradores, além de ajudar a manter todo o stack tecnológico atualizado.

Por fim, considere o apoio e patrocínio onipresente para a mudança, devido as mudanças significativas nas políticas internas e na forma como os recursos serão gerenciados. O engajamento da equipe e parcerias estratégicas também são imprescindíveis nesta implementação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s