Migração Azure DevOps, TFS e Azure DevOps Server – Parte I

Com a adoção do Azure DevOps  (área Boards | Repos | Pipelines | Test Plans | Artifacts) em diversas empresas como a solução para o ciclo de desenvolvimento das aplicações, algumas dúvidas sobre o funcionamento do backup e migração dos dados surgiram, devido ao interesse em garantir a segurança para os artefatos criados pelos times.

E então, existe alguma ferramenta ou recurso nativo para executar a migração dos dados? Vamos começar pelo VSTS Sync Migrator, que não é tão friendly, mas apoia nas seguintes operações:

  • Migração dos dados do TFS para o TFS
  • Migração dos dados do TFS para o Azure DevOps Services
  • Migração dos dados dos Serviços de Devops do Azure para TFS
  • Atualização em massa nos serviços TFS ou Azure DevOps

Outra ferramenta muito utilizada é o Data Migration Tool for Azure DevOps. Esta ferramenta possui um guia com todos os passos para realizar a migração do Azure DevOps Server para o Azure DevOps Services. A recomendação geral deste processo é:

  • Identificar os artefatos mais importantes que deseja incluir na migração – código-fonte, work items, build pipelines, planos de testes, etc.
  • Escolher o melhor horário para fazer a migração
  • Preparar as organizações de destino, criando a organization e team projects necessários no Azure DevOps, provisionando os usuários e configurações básicas
  • Considerar tornar os deployments do Azure DevOps Server (origem) como read-only

Também pode ser feita a migração entre Organizações (Organizations) no Azure DevOps de forma manual. Neste post, vamos abordar a migração de work items da área Boards entre organizações diferentes do Azure DevOps.

1. Criando a Query

O primeiro passo é ter o AZURE DEVOPS ADD-IN PARA EXCEL instalado e configurado. Em seguida, crie uma Query (em Boards > Queries) para relacionar todos os work items que deseja fazer a migração.

2. Estruturando os times e cadência

Crie no Azure DevOps de destino as Iterations (sprints) e Areas que os times de projeto irão utilizar. Elas são as colunas Iteration Path e Area Path e podem ser utilizadas na migração para ajudar na organização dos work items. Por exemplo:

  • Work item: Criar API de retorno dos dados
  • Iteration Path: Sprint 01
  • Area Path: Time Backend e API

3. Acesse os dados do Azure DevOps (origem) no Excel

Com o Excel aberto, acesse via query, os work items do Azure DevOps (origem) que serão migrados para a outra Organização.

4. Realize a migração via Publish

Com outro Excel aberto, conecte no Azure DevOps (destino) na opção Input List e configure as colunas (choose columns) na mesma ordem do Excel com os work items de origem.

Feito isso, copie e cole os work items e utilize a opção Publish para publicar no Azure DevOps (destino). Recomendo iniciar pelo nível mais alto da estrutura (Epic – Feature – Requirements – Tasks), pois embora não há migração do relacionamento entre eles, você pode configurar em Links and Attachments estes relacionamentos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s